Ahmet Ögüt

Stones to throw

01.04.2011–14.05.2011

A Kunsthalle Lissabon apresenta Stones to throw, a primeira exposição individual do artista Ahmet Ögüt em Portugal. Em Stones to throw, a instalação que dá título à exposição e que foi desenvolvida especificamente para a Kunsthalle Lissabon, Ögüt parte das pinturas realizadas em aviões de combate (nose art em inglês), para apresentar um conjunto de 10 pedras pintadas de forma a reproduzirem o mesmo tipo de ilustrações existentes nos narizes dos aviões. Durante a exposição, e de forma gradual, cada uma das pedras, excepto a última, será retirada do espaço da Kunsthalle Lissabon e enviada para Diyarbakir, a cidade-natal de Ögüt. As pedras serão recebidas por um amigo do artista e abandonadas nas ruas da cidade. Todo o processo de remoção, envio e abandono das pedras será documentado e apresentado como parte da instalação presente na Kunsthalle Lissabon. Diyarbakir tem vindo a testemunhar um aumento do número de crianças presas pela polícia por atirarem pedras. Para além de Stones to throw (2011), a exposição contará ainda com peças mais antigas como Somebody else's car (2005), Short circuit (2006) e This area is under 23 hour video and audio surveillance (2009).

 

Ahmet Ögüt nasceu em Diyarbakir, Turquia em 1981 e vive e trabalha em Amesterdão, Holanda. O seu trabalho recorre a diferentes media, nomeadamente video, fotografia, instalação e performance. Ögüt estudou Pintura na Universidade Hacettepe, em Ancara, Turquia e posteriormente na Faculdade de Arte e Design da Universidade Técnica Yildiz em Istambul, Turquia. Em 2007 e 2008 esteve em residência na Rijksakademie van beeldende kunsten, em Amesterdão. Realizou exposições individuais no Museum Villa Stuck em Munique, Alemanha (2010); Laumeier Sculpture Park, St. Louis, EUA (2010); Stedelijk Museum Bureau Amsterdam (SMBA), Holanda (2010); Artspace Visual Arts Centre, Sidney, Austrália (2010); MATRIX Program, Berkeley Art Museum and Pacific Film Archive BAM/PFA, EUA (2010); Künstlerhaus Bremen, Alemanha (2009); Kunsthalle Basel, Suiça  (2008). Uma selecção das exposições colectivas em que participou inclui Trickster Makes This World, Nam June Paik Art Center (2010); Performa 09, The third biennial of visual art performance (2009); 5ª Bienal de Berlim (2008); Stalking with Stories, Apexart, Nova Iorque (2007); Normalization, Rooseum Center for Contemporary Art, Malmö, Suécia (2006) e a 9ª Bienal de Istambul (2005). Em 2009 Ahmet Ögüt co-representou a Turquia na 53ª edição da Bienal de Veneza. Em 2010 recebeu o prémio 'Europas Zukunft' do Museu de Arte Contemporânea (GfZK) de Leipzig.

 

Exposição apoiada pela Fundação Calouste Gulbenkian, Fundação EDP e Embaixada do Reino dos Países Baixos em Lisboa