Iman Issa

Reasonable Characters in Familiar Places

12.01.2016–02.04.2016

A Kunsthalle Lissabon apresenta Reasonable Characters in Familiar Places, a primeira exposição individual da artista egípcia Iman Issa, patente de 12 de janeiro a 2 de abril de 2016.

A prática artística de Iman Issa abrange uma variedade de media, tais como escultura, vídeo, som, fotografia ou texto e as suas obras podem ser definidas pela sua capacidade de colocar questões ao visitante. A exposição que agora se apresenta na Kunsthalle Lissabon aborda alguns dos seus trabalhos mais narrativos, ao mesmo tempo que explora a capacidade da artista para desenvolver uma proposta discursiva através do recurso à ficção.

The Revolutionary (2010) é uma peça sonora escrita pela artista, onde um narrador traça um retrato de uma personagem fictícia que aparenta ser um revolucionário e, nesse processo, direciona a atenção do visitante para este termo específico, convidando-o a interrogar-se sobre o que significa realmente a expressão e sobre aquilo a que pode referir-se.

A exposição também inclui a instalação Thirty-three stories about Reasonable Characters in Familiar Places (2011). Este projecto multidisciplinar funciona como um livro que se desenrola no espaço expositivo. É composto de três partes independentes, mas intimamente relacionadas: um livro de ficções, escritas pela artista, um epílogo ao livro, constituído por vários vídeos, imagens e esculturas, e um índice que apresenta títulos e descrições das obras, independentes das memórias que estiveram na sua origem. Embora as diferentes secções estejam ligadas, o visitante pode optar por seguir estas ligações ou aproximar-se de cada elemento independentemente. Estas trinta e três histórias narram certos eventos ou situações que acontecem a pessoas comuns no que que se poderiam considerar lugares familiares. Um conjunto de retratos de situações, emoções e locais habituais ou frequentes, todos eles vividos por personagens anónimas, simultaneamente familiares e abstratas.

 

Iman Issa (nascida em 1979, Cairo) vive no Cairo e em Nova Iorque. As exposições coletivas e individuais em que participou incluem o MACBA (Barcelona), Perez Art Museum (Miami), a 12ª Bienal de Sharjah, a 8ª Bienal do Berlim, M HKA (Antuérpia), Tensta Konsthall (Spånga), New Museum (Nova Iorque) e KW Institute of Contemporary Art (Berlim). algumas das suas publicações recentes incluem Common Elements, publicado pelos Glasgow Sculpture Studios e Thirty-three Stories about Reasonable Characters in Familiar Places, publicado pelo SculptureCentre em 2011. Recebeu o HNF-MACBA Award (2012) e o Abraaj Group Art Prize (2013). Issa também é professora na Cooper Union School of Art.

 

A Kunsthalle Lissabon é generosamente apoiada pela Foundation for Art Initiatives e pela Teixeira de Freitas, Rodrigues e Associados. A exposição individual da Iman Issa é generosamente apoiada pela Coleção Moraes-Barbosa.